Por que reduzir o excesso de inventário?

post_4_reduza_excesso_invetario_internoTer um armazém enxuto é o sonho de todo diretor de empresa, seja ela pequena, média ou grande, pois ele sabe que o excesso de inventário gera desperdício de tempo e espaço.

O desperdício de tempo e espaço, por sua vez, diminui os lucros da empresa. Com lucros menores, os salários são menores, os colaboradores são menos satisfeitos, a verba para inovação é mais curta e a capacidade de disputar mercado é menor, entre outros percalços.

Por isso, investir na redução do excesso de inventário não serve apenas à otimização do armazém, mas é fundamental para o crescimento corporativo como um todo. Eis algumas dicas de como fazê-lo:

  • Organizar a estrutura do armazém: obtenha tecnologias como scanners de mão e software ERP, que facilitam a contabilização de itens. Instale as estantes porta-paletes EasyToque, que podem ser usadas tanto para organizar a estocagem pesada dentro do armazém quanto como gôndola para exposição de produtos nas frentes de lojas como adegas, mercados, farmácias e autopeças, o que proporciona mais versatilidade para você;
  • Gestão da produção: um dos melhores sistemas de administração da produção contemporâneos é o Just in Time (JIT), desenvolvido pela Toyota. Ele possibilita trabalhar com um estoque mínimo de matérias-primas, que é usado para a fabricação de produtos que já foram vendidos. Para que isso seja possível, os fornecedores devem estar localizados o mais próximo possível da fábrica e ser treinados para otimizar a sincronização de entrega dos pedidos, para que gargalos não aconteçam.

Além dos métodos citados anteriormente, não se pode deixar de lado o treinamento técnico dos operadores logísticos, que são quem dão o ritmo à atividade. Sem isso, o excesso de inventário dificilmente será controlado e o fantasma do desperdício sempre rondará as ruas e corredores do armazém.

Deixe seu comentário

vamos conversar?

Anexar Arquivo